INSTITUTO CULTURAL DONA ISABEL I REPUDIA ASSASSINATO POLITICO DE VEREADORA MILITANTE NEGRA ANTIRACISTA PDF Imprimir E-mail
Qua, 21 de Março de 2018 17:56

O Instituto Dona Isabel manifestou seu veemente repúdio ao atentado que culminou na morte da Vereadora Merielle Franco, divulgando a nota cujo teor se segue, exigindo empenho das autoridades .


A injustiça em qualquer lugar é uma ameaça à justiça em todo lugar.

(Rev. Martin Luther King Jr.)


Recebemos com indignação, lídima revolta e assombro a notícia da morte da Ver. Marielle Franco (PSOL-RJ), bem assim a do motorista Anderson Pedro Gomes.

Negra e militante da defesa dos Direitos Humanos, Marielle Franco tinha 38 anos, uma filha e toda uma viva dedicada aos direitos dos povos marginalizados do Rio de Janeiro.

 

Socióloga formada pela PUC-Rio, Marielle era uma neoabolicionista prática, mais que teórica, e despontava na política carioca, sendo uma promessa para o Brasil.

No mais estrito espírito isabelino e isabelista, rogamos ao Senhor da Vida que essas mortes não fiquem impunes e que renovem em todos nós o ânimo pela luta contra os “podres poderes” de que fala o artista. Que a Segunda Abolição, da qual a vereadora-socióloga- militante era um dos maiores símbolos, não tarde a chegar neste assolado País.


Brasília, 15 de março de 2018.


Bruno da Silva Antunes de Cerqueira

Presidente


João Pedro de Saboia Bandeira de Mello Filho

Vice-Presidente


William Rezende Quintal